03/09/2017

Ano Mariano Nacional - N. Sra. Aparecida - 300 anos de bênçãos

22º Domingo do Tempo Comum

"Tome sua cruz e siga-me!"

 

 

O Senhor nos convida a segui-lo. Comprometer-se com Ele é tomar a própria cruz, sem esmorecer. Ser cristão é ir para além da admiração de Jesus, é estar disposto a correr o risco da entrega da própria vida junto dele. Há essa disposição em nós, que afirmamos crer nele? Celebremos a Eucaristia com fé e confiança, na certeza de que Deus nos chama e nos dá força no compromisso com seu Filho.

 

 

Liturgia da Palavra - Deus nos fala

O profeta Jeremias sente-se comprometido com os anseios e sofrimentos do povo, assume a defesa dele e, por isso, é perseguido pelas lideranças políticas e religiosas. Jesus mostra aos discípulos que seu caminho é o da cruz e, se quisermos segui-lo, temos de assumir nossa cruz todos os dias. A decisão é de cada um de nós.

 

 

1ª Leitura - Jr 20,7-9

Leitura do Livro do Profeta Jeremias:

Seduziste-me, Senhor, e deixei-me seduzir; foste mais forte, tiveste mais poder. Tornei-me alvo de irrisão o dia inteiro, todos zombam de mim.

Todas as vezes que falo, levanto a voz, clamando contra a maldade e invocando calamidades; a palavra do Senhor tornou-se para mim fonte de vergonha e de chacota o dia inteiro.

Disse comigo: "Não quero mais lembrar-me disso nem falar mais em nome dele". Senti, então, dentro de mim um fogo ardente a penetrar-me o corpo todo; desfaleci, sem forças para suportar.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Salmo Responsorial - Sl 62

A minh'alma tem sede de vós como a terra sedenta, ó meu Deus!

 

Sois vós, ó Senhor, o meu Deus! Desde a aurora ansioso vos busco! A minh'alma tem sede de vós, minha carne também vos deseja, como terra sedenta e sem água!

 

Venho, assim, contemplar-vos no templo, para ver vossa glória e poder. Vosso amor vale mais do que a vida: e por isso meus lábios vos louvam.

 

Quero, pois, vos louvar pela vida, e elevar para vós minhas mãos! A minh'alma será saciada, como em grande banquete de festa; cantará a alegria em meus lábios, ao cantar para vós meu louvor!

 

Para mim fostes sempre um socorro; de vossas asas à sombra eu exulto! Minha alma se agarra em vós; com poder vossa mão me sustenta.

 

 

2ª Leitura - Rm 12,1-2

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Pela misericórdia de Deus, eu vos exorto, irmãos, a vos oferecerdes em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus: este é o vosso culto espiritual.

Não vos conformeis com o mundo, mas transformai-vos, renovando vossa maneira de pensar e de julgar, para que possais distinguir o que é da vontade de Deus, isto é, o que é bom, o que lhe agrada, o que é perfeito.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Evangelho - Mt 16,21-27

Anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus:

Naquele tempo, Jesus começou a mostrar a seus discípulos que devia ir a Jerusalém e sofrer muito da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos mestres da Lei, e que devia ser morto e ressuscitar no terceiro dia.

Então Pedro tomou Jesus à parte e começou a repreendê-lo, dizendo: "Deus não permita tal coisa, Senhor! Que isso nunca te aconteça!"

Jesus, porém, voltou-se para Pedro e disse: "Vai para longe, Satanás! Tu és para mim uma pedra de tropeço, porque não pensas as coisas de Deus, mas sim as coisas dos homens!"

Então Jesus disse aos discípulos: "Se alguém quer me seguir, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz e me siga. Pois, quem quiser salvar a sua vida vai perdê-la; e quem perder a sua vida por causa de mim, vai encontrá-la.

De fato, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro, mas perder a sua vida? O que poderá alguém dar em troca de sua vida? Porque o Filho do Homem virá na glória do seu Pai, com os seus anjos, e então retribuirá a cada um de acordo com a sua conduta".

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor!

 

 

Reflexão

Hoje em dia, Jesus é presença constante na televisão. Vários canais apresentam Jesus como o milagreiro, o poderoso, o vitorioso sobre nossas necessidades mais imediatas. Se alguém perguntasse aos telespectadores: "E para você, quem é Jesus?" A maioria responderia: "O vitorioso milagreiro! O poderoso que vence todas as dificuldades". Talvez ninguém respondesse: "Jesus é o Servo sofredor!" O evangelho deste domingo nos coloca diante da seguinte questão: como aceitar um Messias que sofre, que morre nas mãos de seus algozes? Como um Messias tão fraco assim pode me garantir a vitória sobre meus inimigos? Jesus quer nos ensinar que o caminho da glória passa pelo caminho da cruz. Não há outro caminho. Jesus coloca seus discípulos, todos nós, diante desse desafio: aceitar Jesus como o Messias e Filho de Deus, é aceitá-lo também como o Servo que vai ser rejeitado, humilhado, crucificado e morto. O verdadeiro discípulo não pode fugir do caminho da cruz.

Aceitar essa realidade violenta não é nada fácil! Pedro, simbolizando todos os que rejeitam essa ideia sobre o Messias, procura dissuadir Jesus do caminho da cruz. A resposta de Jesus é surpreendente: "Afaste-se de mim, Satanás! Tu não pensas as coisas de Deus, mas as dos homens!". Ao rejeitar a proposta de Jesus, Pedro continua sendo pedra, mas agora é pedra de tropeço. Assim é nosso relacionamento com Jesus e sua proposta. Quando acolhemos seus ensinamentos, somos pedra de apoio. Mas muitas vezes acabamos fraquejando como Pedro, temos medo e fugimos da missão. Então nos tornamos pedra de tropeço.

A experiência de vida do profeta Jeremias, relatada na primeira leitura, nos ajuda a superar as dificuldades. Jeremias quer fugir da missão. Não aguenta mais os adversários e suas perseguições. Mas toda vez que procura fugir, a Palavra de Deus é como um fogo que arde dentro dele. Jeremias volta a proclamá-la com coragem e firmeza. Esse fogo ardente é o amor de Deus por nós. Como reza o Salmo: "Teu amor vale para mim mais do que a própria vida!" (cf Sl 61(62), 4). Como lembra Paulo aos romanos, temos que nos transformar por uma renovação interior muito profunda, para deixar de lado as coisas dos homens e viver as propostas de Deus.

Francisco Orofino e Frei Carlos Mesters  

Este texto faz parte do folheto litúrgico deste domingo - Deus Conosco - Ed. Santuário.

 

 

 

   

 

© desde 25/12/2006 - Basílica Nossa Senhora do Carmo - Campinas - SP - Brasil