23/08/2020

Vocação do Cristão Leigo

21º Domingo do Tempo Comum

 

 

Quem é Jesus para nós? Responder com clareza essa pergunta é condição para compreender e celebrar o Mistério Pascal, a Eucaristia. Pedro é elogiado pelo Mestre porque soube revelar sua identidade: "Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo". Por isso, torna-se o alicerce da nova comunidade que Jesus deseja formar. Celebrando a Vocação do Leigo na Igreja, busquemos na Palavra e no Pão Consagrado compreender o mistério insondável do amor de Deus por nós.  

  

 

Liturgia da Palavra - Deus nos fala

Conhecem Jesus aqueles que caminham com Ele. Quem ouve sua Palavra e a coloca em prática, torna-se próximo dele e sabe quem Ele é.  

 

 

1ª Leitura - Is 22,19-23

Leitura do Livro do Profeta Isaías:

Assim diz o Senhor a Sobna, o administrador do palácio: "Eu vou te destituir do posto que ocupas e demitir-te do teu cargo. Acontecerá que nesse dia chamarei meu servo Eliacim, filho de Helcias, e o vestirei com a tua túnica e colocarei nele a tua faixa, porei em suas mãos a tua autoridade; ele será um pai para os habitantes de Jerusalém e para a casa de Judá. Eu o farei levar aos ombros a chave da casa de Davi; ele abrirá, e ninguém poderá fechar; ele fechará, e ninguém poderá abrir. Hei de fixá-lo como estaca em lugar seguro e aí ele terá o trono de glória na casa de seu pai".

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Salmo Responsorial - Sl 137

Ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Completai em mim a obra começada! 

 

Ó Senhor, de coração eu vos dou graças, porque ouvistes as palavras dos meus lábios! Perante os vossos anjos vou cantar-vos e ante o vosso templo vou prostrar-me.

 

Eu agradeço vosso amor, vossa verdade, porque fizestes muito mais que prometestes; naquele dia, em que gritei, vós me escutastes e aumentastes o vigor da minha alma.

 

Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres, e de longe reconhece os orgulhosos. Ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Eu vos peço: não deixeis inacabada esta obra que fizeram vossas mãos! 

 

 

2ª Leitura - Rm 1,33-36

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Ó profundidade da riqueza, da sabedoria e da ciência de Deus! Como são inescrutáveis os seus juízos e impenetráveis os seus caminhos! De fato, quem conheceu o pensamento do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem se antecipou em dar-lhe alguma coisa, de maneira a ter direito a uma retribuição? Na verdade, tudo é dele, por ele e para ele. A ele a glória para sempre. Amém!

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Evangelho - Mt 16,13-20

Anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus:

Naquele tempo, Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e aí perguntou a seus discípulos: "Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?"

Eles responderam: "Alguns dizem que é João Batista; outros, que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas".

Então Jesus lhes perguntou: "E vós, quem dizeis que eu sou?"

Simão Pedro respondeu: "Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo".

Respondendo, Jesus lhe disse: "Feliz és tu, Simão filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. Por isso, eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus".

Jesus, então, ordenou aos discípulos que não dissessem a ninguém que ele era o Messias. 

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor!

 

 

Reflexão

Tu és o Messias, o Filho do Deus Vivo

O Evangelho de hoje é bem provocativo para todos nós que nos dizemos cristãos. Somos provocados como seguidores de Jesus a responder a pergunta que é feita. Jesus e os seus discípulos estão em Cesareia de Filipe, região mais conhecida por ser pagã. Seus habitantes não tinham ligação com a religião dos judeus. É também uma região de periferia. E é nesse lugar, longe do centro do poder político, econômico, religioso, social, que se deve responder à pergunta: "Quem é Jesus?"

Jesus pergunta para seus discípulos o que as pessoas dizem acerca dele. Não porque estava interessado em saber sobre sua popularidade, mas porque estava expandindo sua missão de instaurar o Reino de Deus. Há uma mistura de ideias, segundo a resposta dada. Há confusão de quem de fato era Jesus. Pode-se dizer que fizeram uma mistura com figuras marcantes do passado, mas que não respondia de fato quem era Jesus.

Jesus faz a pergunta pessoal para os discípulos, aqueles mais próximos que estavam sendo formados em sua escola de evangelizadores.

Pedro toma à frente e dá uma resposta que aponta de fato quem é Jesus para os evangelizadores: o Cristo! Messias, Filho do Deus Vivo. O Deus Conosco - Emanuel. O Salvador - Jesus (Deus que salva).

Hoje nós somos convidados a responder de fato quem é Jesus para nós. Mais que uma resposta aprendida num livro, numa catequese, ou na ideia de alguma pessoa, somos interpelados a darmos uma resposta pessoal: Quem é Jesus?

Precisamos reconhecer Jesus para que nossa espiritualidade possa ser de fato encarnada, verdadeira, e que dê sentido para nossa vida. Reconhecer Jesus é fazer a experiência de amor com Ele e por Ele. Ele se deixa experimentar. Mas é preciso querer. E quem quer deve buscar. Reconhecer Jesus é buscá-lo constantemente em nosso dia a dia.

A vocação do leigo e leiga em nossa Igreja é estar em constante busca por Jesus. E quanto mais buscamos, mais encontramos. E quem o encontra de Verdade, não pode guardá-lo para si, deve comunicar essa boa notícia aos outros.

Estejamos em constante busca por Jesus, principalmente na Eucaristia, e não nos contentemos em guardá-lo, precisamos partilhar nossa experiência de Jesus, na prática do dia a dia, principalmente com o compromisso que Jesus teve com a justiça, a fraternidade, a partilha e o amor a todos! 

Pe. Mauro Vilela, C.Ss.R.

Folheto litúrgico Deus Conosco - Ed.Santuário (23/08/2020)

 

 

Preces da Comunidade

Senhor Deus, temos sede de vosso Reino. Concedei-nos a graça de testemunhá-lo entre nós. Confiantes, nós vos pedimos.

 

1. Abençoai o Santo Padre, o Papa, para que, seguindo os passos de Pedro, continue a missão de Jesus, conduzindo vossa Igreja com sabedoria e santidade, nós vos pedimos.

- Senhor, socorrei-nos e salvai-nos!

 

2. Enviai, Senhor, vosso Espírito Santo sobre os cristãos Leigos, a fim de que, na vivência do sacerdócio batismal, sejam instrumentos de transformação da realidade em que vivem, nós vos pedimos.

- Senhor, socorrei-nos e salvai-nos!

 

3. Dai perseverança na vocação e na missão a todos que foram chamados e estão servindo vossa Igreja e continuai a chamar servidores de vosso Reino, nós vos pedimos.

- Senhor, socorrei-nos e salvai-nos!

 

4. Olhai, Senhor, com bondade para nossa Comunidade, para que acolha vossa Palavra e testemunhe com alegria vosso amor libertador e transformador, nós vos pedimos.

- Senhor, socorrei-nos e salvai-nos!

 

5. Outras intenções...

 

Acolhei, Senhor Deus, nossas preces que humildemente vos apresentamos e, por vossa misericórdia, socorrei-nos em nossas necessidades. Por Cristo, nosso Senhor.

- Amém.

 

*   *   *

 

   

 

© desde 25/12/2006 - Basílica Nossa Senhora do Carmo - Campinas - SP - Brasil