05/07/2020

14º Domingo do Tempo Comum

 

 

Deus se manifesta aos pequenos e humildes, sua compaixão, sua fidelidade e sua bondade para com todos. Quando vacilamos, tenhamos a certeza do amparo daquele que nos reergue em seu amor. Busquemos no Pão da Palavra e da Eucaristia a sabedoria divina e a força para os desafios e fardos de cada dia. Jesus Cristo, nosso irmão, caminha conosco e nos ampara na caminhada.  

  

 

Liturgia da Palavra - Deus nos fala

Encontrar a pérola rara, o tesouro escondido, que é o Reino, e o Senhor espera que nele depositemos nossos fardos. Ele é a vida.  

 

 

1ª Leitura - Zc 9,9-10

Leitura da Profecia de Zacarias:

Assim diz o Senhor: "Exulta, cidade de Sião! Rejubila, cidade de Jerusalém! Eis que vem teu rei ao teu encontro; ele é justo, ele salva; é humilde e vem montado num jumento, um potro, cria da jumenta. Eliminará os carros de Efraim, os cavalos de Jerusalém; ele quebrará o arco de guerreiro, anunciará a paz às nações. Seu domínio se estenderá de um mar a outro mar, e desde o rio até aos confins da terra".

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Salmo Responsorial - Sl 144

Bendirei, eternamente, vosso nome, ó Senhor!

 

Ó meu Deus, quero exaltar-vos, ó meu Rei, e bendizer o vosso nome pelos séculos. Todos os dias haverei de bendizer-vos, hei de louvar o vosso nome para sempre.

 

Misericórdia e piedade é o Senhor, ele é amor, é paciência, é compaixão. O Senhor é muito bom para com todos, sua ternura abraça toda criatura.

 

Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, e os vossos santos com louvores vos bendigam! Narrem a glória e o esplendor do vosso reino e saibam proclamar vosso poder!

 

O Senhor é amor fiel em sua palavra, é santidade em toda obra que ele faz. Ele sustenta todo aquele que vacila e levanta todo aquele que tombou.  

 

 

2ª Leitura - Rm 8,9.11-13

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: Vós não viveis segundo a carne, mas segundo o espírito, se realmente o Espírito de Deus mora em vós. Se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo.

E, se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos mora em vós, então aquele que ressuscitou Jesus Cristo dentre os mortos vivificará também vossos corpos mortais por meio do seu Espírito que mora em vós. Portanto, irmãos, temos uma dívida, mas não para com a carne, para vivermos segundo a carne. Pois, se viverdes segundo a carne, morrereis, mas se, pelo Espírito, matardes o procedimento carnal, então vivereis. 

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Evangelho - Mt 11,25-30

Anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus:

Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: "Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar. Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve". 

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor!

 

 

Reflexão

Eu sou o Caminho

E Jesus disse: "Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos" (Mt 11,25). Que coisas são estas e quem são os pequeninos? Jesus está revelando aos discípulos e ao povo os mistérios de Deus e o modo pelo qual se constrói o seu Reino no meio de nós. Imaginem um povo com pesados fardos e vivendo sob o jugo da Lei que, na época de Jesus, tinha 365 proibições e 248 mandamentos, num total de 613 preceitos. É fácil deduzir que aquele povo está cansado e fatigado.

Jesus quer libertar as pessoas, mostrando que o Reino de Deus está no meio de nós, dentro de nós... Coisas que só serão compreendidas pelos pequeninos, pois Jesus diz: "Aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração" (Mt 11,29).

A Verdade

O fio condutor da liturgia de hoje passa pela mansidão e humildade de coração. A Primeira Leitura de Zacarias diz que o rei, que vem ao encontro de seu povo, está montado em um jumento, algo inconcebível para a época, pois os reis andavam a cavalo, símbolo de animal de guerra. Jesus é um rei justo, que salva, que é humilde. Na liturgia de Domingo de Ramos, as pessoas com ramos nas mãos aclamam Jesus como rei: "Bendito aquele que vem em nome do Senhor!" (Mt 21,9).

Hoje temos o peso e a fadiga de um sistema econômico que exclui, deixa os pobres à margem e devora vidas. Somente os pequeninos com um coração manso e humilde aprendem com Jesus a grandeza do verdadeiro amor, da justiça e da misericórdia. Os sábios e entendidos com corações orgulhosos não entendem... Resta-nos abrir nossos corações ao "Espírito de Cristo" e ter uma vida nova.

E a Vida

"O Senhor é amor, paciência e compaixão. Sua ternura abraça toda criatura" (Sl 144(145),8-9). Se quisermos construir uma nova história e contribuir para que o Reino de Deus seja uma realidade no meio de nós, Jesus ainda diz: "Aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração" (Mt 11,29).

Pe. Francisco Albertin - Campestre-MG

Folheto litúrgico Deus Conosco - Ed.Santuário (05/07/2020)

 

 

Preces da Comunidade

Ó Pai, vós que ouvis a súplica de vosso povo, e de maneira especial daqueles que são humildes e de coração sincero, olhai para nós e em vossa bondade atendei-nos em nossas necessidades.

 

1. Senhor, na força da vossa Palavra, animai os abandonados e infundi em todos nós vosso espírito de amor, para que sejamos sempre sensíveis às necessidades de nossos irmãos e irmãs.

- Senhor, força dos humildes, atendei-nos! 

 

2. Criai em nós um espírito que nos faça promotores da paz, da justiça, da solidariedade e, assim, sejamos testemunhas de vossa presença entre nós.

- Senhor, força dos humildes, atendei-nos!

 

3. Amparai vossa Igreja, Senhor, para que seus pastores e ministros, a exemplo de vosso Filho, ajudem os que estão cansados e sobrecarregados entre nós.

- Senhor, força dos humildes, atendei-nos!

 

4. Dai-nos, Senhor, humildade, entendimento e coração aberto, para acolher o mistério dos vossos ensinamentos que hoje e sempre nos revelais.

- Senhor, força dos humildes, atendei-nos!

 

5. Outras intenções...

 

Senhor, Pai bondoso e Deus fiel, que nossas obras vos glorifiquem por vosso amor e por tudo o que fazeis. Isto vos pedimos por Cristo, vosso Filho, que convosco vive e reina pelos séculos dos séculos.

- Amém.

 

*   *   *

 

   

 

© desde 25/12/2006 - Basílica Nossa Senhora do Carmo - Campinas - SP - Brasil