24/05/2020

Dia Mundial das Comunicações

Ascensão do Senhor

 

 

O coração dos que amam a Deus se volta continuamente para o céu e para o irmão ou irmã. A Ascensão de Jesus nos faz viver com intensidade a fé no meio de nossa história, testemunhando o Ressuscitado que subiu aos céus, mas também permanece entre nós. O envio dos discípulos por Jesus alcança cada cristão e a Comunidade inteira. Vivamos nossa vocação, pois somos chamados a comunicar o amor, a misericórdia, a liberdade e a paz.

  

 

Liturgia da Palavra - Deus nos fala

É preciso ouvir e viver a Palavra libertadora do Senhor para sermos comunicação da verdade de Cristo.  

 

 

1ª Leitura - At 1,1-11

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

No meu primeiro livro, ó Teófilo, já tratei de tudo o que Jesus fez e ensinou, desde o começo, até ao dia em que foi levado para o céu, depois de ter dado instruções pelo Espírito Santo, aos apóstolos que tinha escolhido. Foi a eles que Jesus se mostrou vivo, depois da sua paixão, com numerosas provas. Durante quarenta dias apareceu-lhes falando do Reino de Deus.

Durante uma refeição, deu-lhes esta ordem: "Não vos afasteis de Jerusalém, mas esperai a realização da promessa do Pai, da qual vós me ouvistes falar: João batizou com água; vós, porém, sereis batizados com o Espírito Santo, dentro de poucos dias". Então os que estavam reunidos perguntaram a Jesus: "Senhor, é agora que vais restaurar o Reino em Israel?"

Jesus respondeu: "Não vos cabe saber os tempos e os momentos que o Pai determinou com a sua própria autoridade. Mas recebereis o poder do Espírito Santo que descerá sobre vós, para serdes minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e na Samaria, e até os confins da terra".

Depois de dizer isso, Jesus foi levado ao céu, à vista deles. Uma nuvem o encobriu, de forma que seus olhos não podiam mais vê-lo. Os apóstolos continuavam olhando para o céu, enquanto Jesus subia.

Apareceram então dois homens vestidos de branco, que lhes disseram: "Homens da Galileia, por que ficais aqui, parados, olhando para o céu? Esse Jesus que vos foi levado para o céu, virá do mesmo modo como o vistes partir para céu".

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Salmo Responsorial - Sl 46

Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta.

 

Povos todos do universo, batei palmas, gritai de alegria! Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, o soberano que domina toda a terra.

 

Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta. Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa, salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!  

 

Porque Deus é o grande Rei de toda a terra, ao som da harpa acompanhai os seus louvores! Deus reina sobre todas as nações, está sentado no seu trono glorioso.

 

 

2ª Leitura - Ef 1,17-23

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios:

Irmãos: O Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai a quem pertence a glória, vos dê um espírito de sabedoria que vo-lo revele e faça verdadeiramente conhecer. Que ele abra o vosso coração à sua luz, para que saibais qual a esperança que o seu chamamento vos dá, qual a riqueza da glória que está na vossa herança com os santos, e que imenso poder ele exerceu em favor de nós que cremos, de acordo com a sua ação e força onipotente. Ele manifestou sua força em Cristo, quando o ressuscitou dos mortos e o fez sentar-se à sua direita nos céus, bem acima de toda a autoridade, poder, potência, soberania ou qualquer título que se possa mencionar, não somente neste mundo, mas ainda no mundo futuro. Sim, ele pôs tudo sob os seus pés e fez dele, que está acima de tudo, a Cabeça da Igreja, que é o seu corpo, a plenitude daquele que possui a plenitude universal.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Evangelho - Mt 28,16-20

Anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus:

Naquele tempo, os onze discípulos foram para a Galileia, o monte que Jesus lhes tinha indicado. Quando viram Jesus, prostraram-se diante dele. Ainda assim alguns duvidaram.

Então Jesus aproximou-se e falou: "Toda a autoridade me foi dada no céu e sobre a terra. Portanto, ide e fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei! Eis que eu estarei convosco todos os dias, até ao fim do mundo".

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor!

 

 

Reflexão

Celebrar a Solenidade da Ascensão de Jesus é percorrer o mesmo caminho de amor que Ele percorreu, na sua doação plena de vida. Ele nos aponta onde está a vida definitiva de todos nós: o céu. Nele viveremos a plenitude, a comunhão eterna, o dia sem fim, cheio de paz.

A Ascensão de Jesus aos céus é um mistério que completa o mistério da ressurreição, fonte de toda esperança e de grande alegria. Alegria pela glória de Cristo, e esperança porque Cristo não nos abandona, permanece conosco até o fim do mundo de uma maneira misteriosa, porém, não menos eficaz e dinâmica. Temos a esperança de chegar bem junto dele, lá no céu, para onde subiu. É o que rezamos na Oração Litúrgica da coleta - primeira oração da missa - dizendo que vivemos na esperança de alcançar Cristo em sua glória.

Cristo nos deixou o testemunho de anunciar e viver a presença do Reino, aqui e agora; e somos nós, seus seguidores, cristãos batizados, que devemos continuar o projeto libertador de Deus para o mundo inteiro. Por isso, a Ascensão se dá no encontro final de Jesus com seus discípulos, num monte da Galileia. Os discípulos estão à volta do Ressuscitado, sabem quem Ele é, o amam, e recebem dele a missão: "Como o Pai me enviou, também eu vos envio". O que isto significa? Significa que os discípulos não podem ficar a olhar para o céu, numa passividade alienante, mas têm e devem ir para a ação missionária, para o meio da humanidade, nos cantos e recantos do mundo. Devem ser sal, luz e fermento do Reino no mundo.

Nasce, na festa da Ascensão, a alegria da realização plena da promessa do Pai em Cristo, seu Filho, mas nasce também nossa responsabilidade, pois, a partir do ensinamento de Cristo, somos discípulos dele. Ser discípulo é poder enfrentar com fé os desafios que cada dia nos impõe, e há sempre desafios novos. Como batizados estamos vinculados à pessoa de Jesus, à sua missão, ao anúncio fiel do Reino.

Certamente é preciso resgatar continuamente os valores do Reino em nossa sociedade plural, no emaranhado de ideias que se nos apresentam todos os dias. Insistir que a paz e a felicidade estão no amor e na doação de vida, certamente não é, às vezes, muito do agrado.

Pela Palavra e pela Eucaristia alimentemos a coragem de abraçar com alegria o sacerdócio batismal, cumprindo o mesmo mandato de Jesus para os tempos de agora: "Como o Pai me enviou, também eu vos envio". Coloquemos sempre nossa vida naquele que tem o poder no céu e na terra.

Redação "Deus Conosco"

Folheto litúrgico Deus Conosco - Ed.Santuário (24/05/2020)

 

 

Preces da Comunidade

Elevemos fervorosos nossos rogos ao Deus da vida, que se comunicou conosco por meio de seu Filho Jesus, e nos deu seu amor eterno. Confiantes, dizemos:

- Senhor, transbordai-nos de vosso amor!

 

1. Inspirai vossa Igreja na comunicação de vossa verdade e de vossa salvação a todos os povos e nações, nós vos clamamos, Senhor.

- Senhor, transbordai-nos de vosso amor!

 

2. Rompei, com vossa misericórdia, as barreiras do egoísmo e da prepotência que impedem a comunicação e a comunhão entre os povos e nações, nós vos clamamos, Senhor.

- Senhor, transbordai-nos de vosso amor!

 

3. Fazei-nos portadores e profetas da esperança, capazes de dialogar com os pensamentos e o desenvolvimento técnico-científico de nossos dias, nós vos clamamos, Senhor.

- Senhor, transbordai-nos de vosso amor!

 

4. Favorecei com vossa misericórdia a comunicação da Igreja com a juventude e as crianças, com os casais e as famílias, e toda nossa sociedade, nós vos clamamos, Senhor.

- Senhor, transbordai-nos de vosso amor! 

 

5. Outras intenções...

 

Senhor Deus, reerguei-nos em vosso amor e fazei com que os cristãos sejam comunicadores de vossa misericórdia e contagiantes nas atitudes de bondade. Isso vos pedimos, por Cristo, nosso Senhor.

- Amém

*   *   *

 

   

 

© desde 25/12/2006 - Basílica Nossa Senhora do Carmo - Campinas - SP - Brasil