17/05/2020

6º Domingo da Páscoa

 

 

Quando acolhemos o Senhor ressuscitado em nossa vida, somos transformados por seu Espírito, que nos faz compreender a verdade do Reino. Purifica-nos de tudo o que é do "mundo" e que pode estar presente em nós. Hoje é preciso nos aprofundarmos no conhecimento da fé e no acolhimento das interrogações do homem moderno. Realçar os valores legítimos da vida e os do Reino. Eis nossa missão.  

  

 

Liturgia da Palavra - Deus nos fala

O Ressuscitado se faz presente na Comunidade que se reúne e escuta sua Palavra, e nos faz criaturas novas.

 

 

1ª Leitura - At 8,5-8.14-17

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

Naqueles dias, Filipe desceu a uma cidade da Samaria e anunciou-lhes o Cristo. As multidões seguiam com atenção as coisas que Filipe dizia. E todos unânimes o escutavam, pois viam os milagres que ele fazia. De muitos possessos saíam os espíritos maus, dando grandes gritos. Numerosos paralíticos e aleijados também foram curados. Era grande a alegria naquela cidade. Os apóstolos, que estavam em Jerusalém, souberam que a Samaria acolhera a Palavra de Deus, e enviaram lá Pedro e João. Chegando ali, oraram pelos habitantes da Samaria, para que recebessem o Espírito Santo. Porque o Espírito ainda não viera sobre nenhum deles; apenas tinham recebido o batismo em nome do Senhor Jesus. Pedro e João impuseram-lhes as mãos, e eles receberam o Espírito Santo.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Salmo Responsorial - Sl 65

Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso!

 

Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso, dai a Deus a mais sublime louvação! Dizei a Deus: "Como são grandes vossas obras! Toda a terra vos adore com respeito e proclame o louvor de vosso nome!" Vinde ver todas as obras do Senhor: seus prodígios estupendos entre os homens! 

 

O mar ele mudou em terra firme, e passaram pelo rio a pé enxuto. Exultemos de alegria no Senhor! Ele domina para sempre com poder!

 

Todos vós que a Deus temeis, vinde escutar: vou contar-vos todo bem que ele me fez! Bendito seja o Senhor Deus que me escutou, não rejeitou minha oração e meu clamor, nem afastou longe de mim o seu amor! 

 

 

2ª Leitura - 1Pd 3,15-18

Leitura da Primeira Carta de São Pedro:

Caríssimos: Santificai em vossos corações o Senhor Jesus Cristo, e estai sempre prontos a dar razão da vossa esperança a todo aquele que vo-la pedir.

Fazei-o, porém, com mansidão e respeito e com boa consciência. Então, se em alguma coisa fordes difamados, ficarão com vergonha aqueles que ultrajam o vosso bom procedimento em Cristo. Pois será melhor sofrer praticando o bem, se esta for a vontade de Deus, do que praticando o mal.

Com efeito, também Cristo morreu, uma vez por todas, por causa dos pecados, o justo, pelos injustos, a fim de nos conduzir a Deus. Sofreu a morte, na sua existência humana, mas recebeu nova vida pelo Espírito. 

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Evangelho - Jo 14,15-21

Anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por João:

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: Se me amais, guardareis os meus mandamentos, e eu rogarei ao Pai, e ele vos dará um outro Defensor, para que permaneça sempre convosco: o Espírito da Verdade, que o mundo não é capaz de receber, porque não o vê nem o conhece. Vós o conheceis, porque ele permanece junto de vós e estará dentro de vós. Não vos deixarei órfãos. Eu virei a vós. Pouco tempo ainda, e o mundo não mais me verá, mas vós me vereis, porque eu vivo e vós vivereis. Naquele dia sabereis que eu estou no meu Pai e vós em mim e eu em vós. Quem acolheu os meus mandamentos e os observa, esse me ama. Ora, quem me ama, será amado por meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele.

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor!

 

 

Reflexão

A Liturgia deste domingo nos prepara para a festa, a Solenidade de Pentecostes. No Evangelho está logo no início o primeiro aceno da vinda do Consolador, do Defensor, do Espírito da Verdade, o Espírito Santo.

A vinda do Espírito Santo é de suma e incomparável importância, é um evento de importância capital: Em Pentecostes se cumprem plenamente a encarnação e redenção, porque corresponde à promessa feita por Deus, através dos profetas Jeremias e Ezequiel: "Eu lhes darei um coração novo, colocarei um espírito novo dentro de vocês, tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne, colocarei meu espírito dentro de vocês" (Ez 36,26-27). Jesus não pode permanecer para sempre com os Apóstolos, pois assumiu uma vida humana limitada. Ele a tomou para si, especialmente para transformá-la na verdadeira Aliança com Deus. Mas o Espírito da Verdade pode permanecer para sempre com os discípulos, conosco como cristãos. O Espírito de Deus é eterno como Deus e por isso pode permanecer sempre com todo aquele que é discípulo de Cristo. Como é bonito pensar e sentir essa verdade de Cristo. Ele é o amor, a santidade, a misericórdia e permanece em nós e entre nós.

Escutemos a Palavra de Jesus: "Quem acolheu meus mandamentos e os observa, esse me ama". Jesus insiste na observância de seu amor. O Espírito Santo é amor, santidade, misericórdia infinitos. Quem ama deseja o bem e faz o que a pessoa amada deseja. Se amamos o Cristo, só podemos cumprir seus mandamentos. O Espírito Santo nos ajuda muito a observar os mandamentos do amor dados por Jesus, nos dá impulso interior para fazer o que agrada a Deus e a Jesus.

Jesus assegura que não deixará órfãos os discípulos, pois retomará misteriosamente sua vida - depois de sua paixão e morte - e se fará presente junto dos Apóstolos: "O mundo não mais me verá, mas vós me vereis, porque eu vivo e vós vivereis".

O que vamos fazer? Continuar vivendo e testemunhando a fé em Cristo, vivendo a esperança e o amor que o Espírito faz bater em nosso peito. Nossa esperança e nossa fé nos fazem viver o dinamismo do mistério pascal de Cristo. Dinamismo que é comunicado a nós pelo Espírito Santo, que é vida, que é misericórdia e eternidade já aqui e agora.

Neste domingo pensemos na festa de Pentecostes com grande fervor, com nobre antecipação, porque o Senhor nos prepara preciosas graças, não só para nós mesmos, mas para a Comunidade-Igreja inteira, e também para as pessoas com quem convivemos ou estamos em contato, às quais devemos comunicar, como cristãos, a esperança cristã. Vinde, Espírito Santo, e transformai-nos!   

Redação "Deus Conosco"

Folheto litúrgico Deus Conosco - Ed.Santuário (17/05/2020)

 

 

Preces da Comunidade

Ao Pai, Deus de amor, que em seu Filho Jesus nos redimiu e habita entre nós, elevemos nossos rogos cheios de confiança.

 

1. Olhai com bondade para vossa Igreja e confirmai-a em sua missão, para que na adversidade anuncie com tranquilidade o Evangelho da vida e a ternura de vosso amor, nós vos pedimos,Senhor.

- Senhor, guardai-nos em vosso amor!

 

2. Fazei nascer do meio de nossas Comunidades profetas da esperança, da solidariedade e da vida de comunhão na justiça e na paz, nós vos pedimos, Senhor.

- Senhor, guardai-nos em vosso amor!

 

3. Confirmai os Ministros de vossa Igreja no serviço dedicado e misericordioso de vosso povo, e iluminai-os no anúncio do Evangelho, nós vos pedimos, Senhor.

- Senhor, guardai-nos em vosso amor!

 

4. Fortalecei em vosso amor a vida dos jovens e das crianças, dos casais e das famílias, e de todos os que vos buscam com sinceridade de coração, nós vos pedimos, Senhor.

- Senhor, guardai-nos em vosso amor!

 

5. Consolai os que sofrem com a doença e a morte provocadas pela pandemia do novo coronavírus, fortalecei os que heroicamente têm cuidado dos enfermos e inspirai os que se dedicam à pesquisa de uma vacina eficaz, nós vos pedimos, Senhor.

- Senhor, guardai-nos em vosso amor!

 

6. Outras intenções...

 

Confirmai-nos, ó Pai, como vossos filhos e filhas, e socorrei-nos sem cessar em vossa misericórdia. Isso vos pedimos por Cristo, vosso Filho ressuscitado e Senhor nosso.

- Amém.

 

*   *   *

 

   

 

© desde 25/12/2006 - Basílica Nossa Senhora do Carmo - Campinas - SP - Brasil