06/01/2019

Solenidade da Epifania do Senhor

"Os povos caminham sob sua luz!"

 

 

A luz que brilhou na noite de Natal jamais cessará de iluminar a humanidade. Diante do fracasso humano, Deus envia seu Filho para ser a comunicação da verdade e da vida. Ele se manifesta e é nossa salvação. Naquela frágil criança, o Pai nos chama para olhar com mais esperança para o futuro. Quando repartimos a vida, como o ouro, incenso e mirra, superaremos fronteiras de raças, culturas e nações, criando uma humanidade conforme o desejo do Reino. Hoje, o Senhor nos revela seu projeto de amor para toda a humanidade.  

 

 

Liturgia da Palavra - Deus nos fala

A revelação do mistério de Deus em Cristo abre, a todos os seres humanos, as portas da salvação e os torna filhos e filhas na graça. Ir a Belém, guiado pela estrela, é caminhar com o Cristo que dirige os passos da humanidade na verdadeira liberdade.  

 

 

1ª Leitura - Is 60,1-6

Leitura do Livro do Profeta Isaías:

Levanta-te, acende as luzes, Jerusalém, porque chegou a tua luz, apareceu sobre ti a glória do Senhor.

Eis que está a terra envolvida em trevas, e nuvens escuras cobrem os povos; mas sobre ti apareceu o Senhor, e sua glória já se manifesta sobre ti. Os povos caminham à tua luz e os reis ao clarão de tua aurora.

Levanta os olhos ao redor e vê: todos se reuniram e vieram a ti: teus filhos vêm chegando de longe com tuas filhas, carregadas nos braços. Ao vê-los, ficarás radiante, com o coração vibrando e batendo forte, pois com eles virão as riquezas de além-mar e mostrarão o poderio de suas nações; será uma inundação de camelos e dromedários de Madiã e Efa a te cobrir; virão todos os de Sabá, trazendo ouro e incenso e proclamando a glória do Senhor.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Salmo Responsorial - Sl 71

As nações de toda a terra hão de adorar-vos, ó Senhor!

 

Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres.

 

Nos seus dias a justiça florirá e grande paz até que a lua perca o brilho!  De mar a mar estenderá o seu domínio, e desde o rio até os confins de toda a terra!

 

Os reis de Társis e das ilhas hão de vir e oferecer-lhe seus presentes e seus dons; e também os reis de Seba e de Sabá hão de trazer-lhe oferendas e tributos. Os reis de toda a terra hão de adorá-lo, e todas as nações hão de servi-lo.

 

Libertará o indigente que suplica, e o pobre ao qual ninguém quer ajudar. Terá pena do indigente e do infeliz, e a vida dos humildes salvará.

 

 

2ª Leitura - Ef 3,2-3a.5-6

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios:

Irmãos: Se ao menos soubésseis da graça que Deus me concedeu para realizar o seu plano a vosso respeito, e como, por revelação, tive conhecimento do mistério.

Este mistério, Deus não o fez conhecer aos homens das gerações passadas, mas acaba de o revelar agora, pelo Espírito, aos seus santos apóstolos e profetas: os pagãos são admitidos à mesma herança, são membros do mesmo corpo, são associados à mesma promessa em Jesus Cristo, por meio do Evangelho.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Evangelho - Mt 2,1-12

Anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus:

Tendo nascido Jesus na cidade de Belém, na Judeia, no tempo do rei Herodes, eis que alguns magos do Oriente chegaram a Jerusalém, perguntando: "Onde está o rei dos judeus, que acaba de nascer? Nós vimos a sua estrela no Oriente e viemos adorá-lo".

Ao saber disso, o rei Herodes ficou perturbado, assim como toda a cidade de Jerusalém.

Reunindo todos os sumos sacerdotes e os mestres da Lei, perguntava-lhes onde o Messias deveria nascer. Eles responderam: "Em Belém, na Judeia, pois assim foi escrito pelo profeta: 'E tu, Belém, terra de Judá, de modo algum és a menor entre as principais cidades de Judá, porque de ti sairá um chefe que vai ser o pastor de Israel, o meu povo'".

Então Herodes chamou em segredo os magos e procurou saber deles cuidadosamente quando a estrela tinha aparecido. Depois os enviou a Belém, dizendo: "Ide e procurai obter informações exatas sobre o menino. E, quando o encontrardes, avisai-me, para que também eu vá adorá-lo".

Depois que ouviram o rei, eles partiram. E a estrela, que tinha visto no Oriente, ia adiante deles, até parar sobre o lugar onde estava o menino.

Ao verem de novo a estrela, os magos sentiram uma alegria muito grande.

Quando entraram na casa, viram o menino com Maria, sua mãe. Ajoelharam-se diante dele, e o adoraram. Depois abriram seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra.

Avisados em sonho para não voltarem a Herodes, retornaram para a sua terra, seguindo outro caminho.

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor!

 

 

Reflexão

Recolhendo as riquezas dos povos

O Mistério Pascal de Cristo tem seu início na Encarnação. A glorificação de Cristo o leva à plena realização. A Manifestação do Senhor é uma festa em diversos momentos. Temos o Natal e a Epifania, que significam Manifestação do Senhor. Na celebração da Epifania, que chamamos também de Festa de Reis, celebramos Jesus que veio para todos.

Os judeus tinham um tipo de exclusivismo. Foram escolhidos para levar Deus a ser conhecido por todos, não só para eles. Os Magos simbolizam todos os povos. Não eram reis. Eram sábios que conheciam as Escrituras e esperavam o Messias. Essa celebração significa a busca do coração humano por plenitudes. Por isso, busca a Deus. Esse é o grande plano de Deus: atrair todos a si. Os Magos fazem um longo caminho. Deus se deixa encontrar por quem o procura. Essa longa viagem dos Magos expressa a busca.

Eles foram e encontraram Maria e o Menino. Alegraram-se com uma alegria muito grande (Mt 2,10). Deus é causa de nossa alegria. Não há riqueza maior do que a alegria de estar com Deus. Essa é uma das maiores descobertas do coração humano.

Eles abriram seus presentes.  Mais do que ouro, incenso e mirra, símbolos de sua divindade, realeza e sofrimento. Não sabemos o fim dessas ofertas. Sabemos sim que quando entregamos nossa vida damos o maior tesouro a Deus. É isso que Ele quer.

Os Magos representam também as muitas culturas da humanidade. Todas elas podem acolher a graça da salvação e vivê-la com a mesma intensidade. Para Mateus, a narrativa significa que o Evangelho é para todos. Paulo, em Efésios, traz esse pensamento (Ef 3,6). Deus veio para todos. Todos podem servir a Deus nas suas culturas e a Igreja não pode se apoiar em uma única cultura, pois empobrece o Mistério da Salvação.

Eles voltaram por outro caminho. Caminhar com Jesus é ter abertura para o novo. Eles souberam que voltar pelo mesmo caminho era anular a riqueza da descoberta de Jesus. Não podemos ter medo das mudanças radicais, desde que sejam pelo Evangelho. 

Pe. Luiz Carlos de Oliveira, C.Ss.R.

Folheto litúrgico Deus Conosco - Ed.Santuário (06/01/2019)

 

 

Oração da Comunidade

O Senhor, nosso Deus, olha com amor por nós, pois conhece nossa fraqueza e sabe de nossas necessidades. Por isso, Senhor, ouvi nosso clamor.

 

1. Iluminai todos os povos, raças e nações, para que acolham a manifestação de vosso amor e caminhem na esperança ao encontro da paz, nós vos clamamos.

- Dai-nos, Senhor, vossa paz, vosso amor!

 

2. Fazei com que a sociedade busque sem cessar a paz, fazendo acontecer a justiça e o respeito à dignidade da vida dos seres humanos, nós vos clamamos.

- Dai-nos, Senhor, vossa paz, vosso amor!

 

3. Despertai-nos para a solidariedade fraterna, e que sejamos acolhedores uns dos outros, principalmente dos pobres, dos mais abandonados e desprezados no mundo, nós vos clamamos.

- Dai-nos, Senhor, vossa paz, vosso amor!

 

4. Tocai no coração dos líderes e governantes, para que deixem de lado a ambição do poder e da posse, e trabalhem em favor do bem comum da pátria, nós vos clamamos.

- Dai-nos, Senhor, vossa paz, vosso amor!

 

5. Outras intenções...

 

Pai Santo, por vosso Filho manifestado ao mundo, acolhei nossos rogos, firmai nossos passos na esperança e na paz, e fazei-nos promotores da novidade de vosso Reino. Por Cristo, nosso Senhor.

- Amém.

 

 

*   *   *

 

   

 

© desde 25/12/2006 - Basílica Nossa Senhora do Carmo - Campinas - SP - Brasil