22/12/2019

4º Domingo do Advento

"Emanuel: Deus Conosco!"

 

 

O Senhor está para chegar e nos salvará. Jesus, o príncipe, que trará a paz aos homens e mulheres de boa vontade, não provém da corte ou dos palácios, nem dos altos círculos da sociedade de seu tempo. Nascerá pobre, na periferia, no lugar dos esquecidos e marginalizados, e será o sinal do Deus que não nos abandona. Cristo vem ao mundo, doando-se e realizando a vontade do Pai e, assim, resgata a humanidade. Sejamos servidores uns dos outros, na alegria da salvação de Cristo.  

 

 

 

Acendimento da 4ª Vela do Advento

Senhor Deus, que olhais com bondade para nossa humanidade, fazei-nos servidores de vosso Reino a exemplo de Maria, que não hesitou em vos servir generosamente. Dai-nos o alento de vossa misericórdia e conservai-nos no caminho de vosso Filho Jesus, que vem para o nosso meio e nos salvará.

- Ajudai-nos, Senhor, a cumprir em nossa vida vossa vontade e vos servir com amor. Amém.  

 

 

Liturgia da Palavra - Deus nos fala

Deus sempre cumpre suas promessas e, de onde menos se espera, faz brotar a esperança e nascer a salvação. A luz divina brilha sobre aqueles que cumprem sua vontade. A exemplo de Maria, servidora do Senhor, abramos nosso coração para sermos visitados por ele.  

 

 

1ª Leitura - Is 7,10-14

Leitura do Livro do Profeta Isaías:

Naqueles dias, o Senhor falou com Acaz, dizendo: "Pede ao Senhor teu Deus que te faça ver um sinal, quer provenha da profundeza da terra, quer venha das alturas do céu".

Mas Acaz respondeu: "Não pedirei nem tentarei o Senhor".

Disse o profeta: "Ouvi então, vós, casa de Davi; será que achais pouco incomodar até o meu Deus? Pois bem, o próprio Senhor vos dará um sinal. Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e lhe porá o nome de Emanuel".

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Salmo Responsorial - Sl 23

O rei da glória é o Senhor onipotente; abri as portas para que ele possa entrar!

 

Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, o mundo inteiro com os seres que o povoam; porque ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável.

 

"Quem subirá até o monte do Senhor, quem ficará em sua santa habitação?" "Quem tem mãos puras e inocente coração, quem não dirige sua mente para o crime.

 

Sobre este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador". "É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face".  

 

 

2ª Leitura - Rm 1,1-7

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Eu, Paulo, servo de Jesus Cristo, apóstolo por vocação, escolhido para o Evangelho de Deus, que pelos profetas havia prometido, nas Sagradas Escrituras e que diz respeito a seu Filho, descendente de Davi segundo a carne, autenticado como Filho de Deus com poder, pelo Espírito de Santidade que o ressuscitou dos mortos, Jesus Cristo, Nosso Senhor. É por Ele que recebemos a graça da vocação para o apostolado, a fim de podermos trazer à obediência da fé todos os povos pagãos, para a glória de seu nome.

Entre esses povos estais também vós, chamados a ser discípulos de Jesus Cristo. A vós todos, que morais em Roma, amados de Deus e santos por vocação, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e de nosso Senhor Jesus Cristo. 

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus!

 

 

Evangelho - Mt 1,18-24

Anúncio do Evangelho de Jesus Cristo, escrito por Mateus:

A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, e, antes de viverem juntos, ela ficou grávida pela ação do Espírito Santo. José, seu marido, era justo e, não querendo denunciá-la, resolveu abandonar Maria, em segredo.

Enquanto José pensava nisso, eis que o anjo do Senhor apareceu-lhe, em sonho, e lhe disse: "José, Filho de Davi, não tenhas medo de receber Maria como tua esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e tu lhe darás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados".

- Palavra da Salvação.

- Glória a vós, Senhor!

 

 

Reflexão

Na proximidade do Natal, nosso olhar de fé se volta para o grande mistério da encarnação do Filho de Deus. O Pai, por iniciativa de seu amor e do Espírito Santo, enviou-nos seu Filho amado, encarnado em Maria, filha escolhida do Pai para tão sublime missão.

No Evangelho da Liturgia de hoje, o anúncio da encarnação do Filho de Deus se dá a José, e assim o evangelista Mateus firma a origem davídica de Cristo. José era da casa de Davi, chamado para ser o pai adotivo de Jesus, e assim o Cristo assume, de fato, a história humana. 

Mateus nos fala da revelação feita por Deus a José, a través do sonho - biblicamente sonho é a comunicação de Deus com a pessoa - mas José não diz nenhuma palavra, permanece em silêncio. Apenas obedece ao que o Senhor lhe pediu. Obedece ao plano indicado por Deus, seu projeto e cumprimento da promessa de nos enviar o Messias. Maria também foi obediente e deixou-se guiar pela vontade divina. Através da obediência de Maria e José é que o Emanuel, o Deus conosco, pôde encarnar-se entre nós.

Aqui é possível refletir sobre nossa fé e o acolhimento de Deus em nossa vida. Maria e José nos dão o nobre exemplo de que em primeiro lugar deve estar a vontade divina. O sim a Deus nos dá a verdadeira liberdade e realização. Mas a arrogância e a autossuficiência têm como preço a solidão. Podemos, pois, conscientes da paciência misericordiosa de Deus, fazer a jubilosa experiência da fé, escutando e obedecendo a vontade divina.

Aprendemos nesta Liturgia que sempre é possível o encontro com Deus, pois Ele mesmo vem ao encontro de nossa humanidade. O Natal é a oportunidade que nos é oferecida para nos encontrarmos com Deus, se tivermos abertura de alma, de coração, e nos fizermos disponíveis ao Senhor. Isso é viver profundamente o Natal; em nossos dias tão marcados pelo consumismo, pela troca de gentilezas, tornando-o "pagão" em vez de cristão.

O Natal tem a nos dizer sobre nossa disponibilidade a Deus. Por isso, em José e Maria aprendemos a acolher o projeto de Deus, e aí sim, nos rejubilar efusivamente.

Perguntemos a nós mesmos se estamos dispostos a desfazer nossos projetos para acolher o projeto de Deus, como o fizeram Maria e José. Ninguém é capaz de contestar que eles assim o fizeram e, portanto, é possível para nós também respondermos à vontade divina, àquilo que o próprio Deus pede para nós. Confiemos um pouco mais e sejamos capazes de dar um passo mais largo em nossa fé. 

Redação "Deus Conosco"

Folheto litúrgico Deus Conosco - Ed.Santuário (22/12/2019)

 

 

Preces da Comunidade

Senhor Deus, com o coração cheio de esperança, depositamos em vossas mãos nossas súplicas e nossas necessidades. Vós que nunca nos desamparais, escutai vosso povo que vos clama:

- Visitai-nos, Senhor, com vossa luz!

 

1. Concedei, Senhor, a paz a todos os povos e nações, para que livres dos conflitos, do ódio, da violência, possam celebrar a salvação que Cristo veio nos trazer, nós vos rogamos.

- Visitai-nos, Senhor, com vossa luz!

 

2. Senhor, visitai nossas famílias que, alegres, se preparam para o Natal, e fazei com que vivam o mistério da encarnação de vosso Filho, sentido único das festas que se aproximam, nós vos rogamos.

- Visitai-nos, Senhor, com vossa luz!

 

3. Fazei, Senhor, que a exemplo de Maria, nossos pastores sejam homens dóceis ao vosso Espírito e verdadeiros servidores de vosso povo, levando a todos a Boa Notícia que é Cristo, nosso único Senhor e Salvador, nós vos rogamos.

- Visitai-nos, Senhor, com vossa luz!

 

4. Senhor, tocai em nosso coração para que no Natal não haja abandonados às nossas portas, pobres em nossas vizinhanças, idosos e doentes esquecidos nas casas e hospitais, e crianças carentes de amor, nós vos rogamos.

- Visitai-nos, Senhor, com vossa luz!

 

5. Iluminai-nos, Senhor, para que nosso coração não se distancie da razão fundamental do Natal: Cristo Jesus, que contemplaremos no presépio como Deus conosco, nós vos rogamos.

- Visitai-nos, Senhor, com vossa luz!

 

6. Outras intenções...

 

Pai bondoso e Deus fiel, voltai-vos para nós, visitai-nos e vinde nos trazer a Salvação. Nós vos pedimos por Jesus Cristo, vosso Filho, que convosco vive e reina pelos séculos dos séculos.

- Amém.

 

 

*   *   *

 

   

 

© desde 25/12/2006 - Basílica Nossa Senhora do Carmo - Campinas - SP - Brasil